? ºC Teresina - PI

Passando a Limpo

06/09/2014 10:52

População castelense faz abaixo assinado chamando à responsabilidade os poderes públicos: requer energia de qualidade!

 Civis convocam a população, Prefeitura Municipal, Câmara de Vereadores Municipal e Ministério Publico Estadual, por meio de abaixo assinado para, juntos, buscarem uma solução às constantes oscilações na energia elétrica fornecida pela Eletrobrás.  
Imagem: Neto Monte PCDPClique para ampliarColeta de assinaturas(Imagem:Neto Monte PCDP)Coleta de assinaturas

O problema é antigo, mas nunca esteve tão evidente como agora. Empresas e a população como um todo vêm sendo castigados pela falta da energia elétrica. Os danos são tão prejudiciais que a população se quer consegue usar internet, ver TV, fazer trabalhos escolares em computadores, em determinados horários, dadas a baixíssima tensão elétrica que chega às residências.

As empresas, bares e comércio em geral não consegue gelar de forma adequada seus produtos, prejudicando às vendas e perdendo produtos antes do tempo. As ruas de Castelo do Piauí, ficam às escuras, facilitando o caminho à criminalidade.

Imagem: Neto Monte PCDPClique para ampliarcoleta de assinaturas(Imagem:Neto Monte PCDP)coleta de assinaturas

Não está sendo fácil a vida em Castelo do Piauí. Menos ainda nas cidades próximas que sofrem com os mesmos problemas. Em Buriti dos Montes, por exemplo, alunos da rede pública, esta semana, fizeram provas à luz de celulares, devido a ausência do serviço de qualidade da Eletrobrás.

Buriti dos Montes: alunos fazem prova à luz de celulares.


Cansados de todos esses transtornos e observando a inércia dos poderes no município, o povo, nas pessoas de Célio Matos, Paulo Hiran, Professor Francisco Matos, Vasconcelos Aragão, Arnaldo Fontinele, Lúcido Souza entre outros juntaram-se e formalizaram a petição publica (abaixo assinado), mencionada acima, para cuidar do assunto. A organização do abaixo-assinado montou pontos de coletas de assinaturas na Praça Francisco Cardoso, e Universidade Aberta do Piauí - UAPI, além de um endereço eletrônico cujas assinaturas poderão serem coletadas (participe): http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR74428

Imagem: reproduçãoClique para ampliarAbaixo assinado requerendo audiência pública(Imagem:reprodução)Abaixo assinado requerendo audiência pública

Cabe ressaltar que o próprio poder publico, através do Prefeito, Câmara de Vereadores e o Ministério Publico poderiam ter tomado a iniciativa. Não obstante, coube a população, mais uma vez buscar uma solução para sanar seus problemas.

Ao ministério Publico caberia, inclusive, ingressar com uma ação civil publica contra a Eletrobrás, já o prefeito e vereadores poderiam convocar a audiência publica para cuidar do assunto sem que fosse necessário a população fazer isto. Vejam

Missão do Ministério Público: defender a Ordem Jurídica, o regime democrático e os interesses sociais e individuais indisponíveis, a fim de garantir a cidadania plena e o desenvolvimento sustentável. Garantias estas que podem ser observadas no artigo 129 da Carta Magna.

A prefeitura, uma das convocadas, não é preciso nem falar, pois é o Órgão Publico com maior poder local. A Lei Orgânica do Município, que prevê a competência dos vereadores, trata do assunto no artigo 25, vejam:

“Art. 25 - A Câmara terá comissões permanentes e especiais.”

“§ 1º Às comissões permanentes em razão da matéria de sua competência, cabe:

(....)II-Realizar audiências Publicas com entidades da sociedade civil.”

ELETROBRÁS

Em nota recente o presidente da Eletrobrás Piaui, Marcellino Cunha, falou sobre o problema da energia em Castelo do Piauí e região e citou como um dos problemas causadores as empresas que fazem lapidação de pedras pelas faltas e oscilações na energia, inclusive à noite (sic)! Mas que estariam tomando as providencias seguintes:

NOTA "A Eletrobras Piauí informa que tem investido na melhoria da qualidade da energia para a cidade de Castelo do Piauí e da região. Para isso, ela já fez a limpeza de faixa de servidão, que liga a subestação de Campo Maior até Castelo do Piauí, já fez a instalação de banco regulador de tensão, do banco de capacitores e a inspeção dos consumidores de alta tensão. A energia para a região teve uma sensível melhoria. O problema só será resolvido definitivamente quando construirmos a linha de transmissão 69 KV que vai ligar a subestação de Altos a subestação de Castelo. Fizemos o projeto básico para construir a linha de transmissão e em 15 dias iniciaremos o processo de licitação para a construção dessa obra. Em um ano ela estará concluída."

 


Professor anderson logo png
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo