? ºC Teresina - PI

Educação

25/01/2017 16:46

MEC explica problema de acesso ao Sisu pelo segundo dia consecutivo

MEC afirma que o alto número de pedidos para troca de senha dos candidatos está dificultando o funcionamento do Sisu - foram pelo menos 100 mil.

Os candidatos que prestaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) continuam com problemas para acessar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As reclamações já haviam sido apresentadas na última terça-feira (24), quando o Ministério da Educação (MEC) admitiu o problema e afirmou que o sistema seria restabelecido. Parte dos estudantes declara que a falha ocorre com aqueles que prestaram a segunda aplicação do Enem, em dezembro. A pasta, no entanto, nega que haja alguma relação especificamente com essa versão da prova. O prazo para inscrição no Sisu termina na sexta-feira (27).

Nas redes sociais, estudantes protestam e afirmam que é um "desrespeito" não conseguirem acessar a plataforma. O Sisu é utilizado para distribuir vagas de graduação em universidades federais e estaduais públicas, por meio das notas do Enem.

O G1 entrou em contato novamente com o MEC nesta quarta-feira (25). A pasta afirma que o comunicado divulgado na terça (24) continua em vigor: "O MEC, juntamente com o INEP, continua trabalhando para identificar qualquer outra inconsistência e resolvê-la com a máxima brevidade, assegurando que não haverá prejuízo a nenhum candidato", afirma o texto. O órgão também reforça que o canal de acesso pelo 0800 616161 está disponível para esclarecer qualquer problema.

Além disso, afirma que o alto número de pedidos para troca de senha dos candidatos está dificultando o funcionamento do Sisu - foram pelo menos 100 mil, de acordo com o MEC. No entanto, os candidatos alegam que foram obrigados a pedir a alteração de senha justamente porque o sistema afirmava que os dados digitados estavam errados.

Até as 13h da última terça-feira (24), o Sisu recebeu 773.341 inscritos, segundo o MEC. No total, foram contabilizadas 1.483.554 inscrições (já que cada candidato pode selecionar a primeira e a segunda opção de curso).

Segunda aplicação da prova

O Enem, originalmente aplicado em 5 e 6 de novembro, foi adiado para 273.524 candidatos, por causa de ocupações estudantis nos locais de prova, e para outros 4.133, em decorrência de problemas como falta de energia elétrica. Estes estudantes prestaram o exame em dezembro, em uma segunda versão da prova.

De acordo com o Inep, todos os candidatos das três aplicações do Enem 2016 (a de novembro, a de dezembro e a dos privados de liberdade) poderiam acessar suas notas no mesmo dia, em 19 de janeiro. Os resultados acabaram sendo antecipados para 18 de janeiro, mas 20 mil candidatos – a maioria da segunda aplicação do Enem – não conseguiram visualizar de imediato as notas no sistema. O Inep admitiu a falha e liberou os resultados com atraso para este grupo de estudantes.

Fonte: Globo.com


Professor anderson logo png
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo