? ºC Teresina - PI

CDP Esporte

29/06/2015 06:33

Em jogo dramático River Playt elimina Baixada e garante vaga na final da Copa Mangueira

Se os antecedentes já credenciavam River Playt x Baixada com grande expectativa, haja vista ser o maior clássico do futebol castelense nos últimos anos e a maior rivalidade, ainda tinha o principal que era a vaga para a final da tradicional e principal competição do futebol local.

A Baixada veio com força máxima, com seu elenco quase todo de fora, a exceção nos titulares era Paulinho e Chagas, únicos castelenses. Por outro lado o tricolor piçarrense com um orçamento mais modesto, tinha a maioria de seu plantel formado na própria categoria de base, os reforços eram menos, com destaque para Kleitinho, jogador que já defendeu alguns clubes profissionais do Piauí.
Imagem: Augusto JúniorEm jogo dramático River Playt elimina Baixada e garante vaga na final da Copa Mangueira (Imagem:Augusto Júnior)Em jogo dramático River Playt elimina Baixada e garante vaga na final da Copa Mangueira 
O jogo

Logo aos 3 minutos de bola rolando o meio campista Dez acertou uma bela cobrança de falta e fez 1 x 0 para a Baixada, que após a vantagem no marcador continuou tendo mais iniciativa de jogo, maior posse de bola e criando mais. Com desvantagem no placar, o River teve que mudar sua postura e seu esquema tático e passou a também a atacar e a ter bom volume nas ações ofensivas.

O jogo era bem disputado e com algumas variações de jogadas por ambas as equipes, que buscavam o gol a todo o momento. As oportunidades apareciam, mas como características nos jogos dessa edição, muitos erros de finalização. O primeiro tempo ficou mesmo só no 1 x 0.

A etapa final do jogo manteve o ritmo acelerado e a mesma pegada, com forte marcação no meio campo e às vezes faltas mais fortes e com jogadas mais ríspidas, o arbitro Renatinho teve muito trabalho na partida. Os dois treinadores fizeram muitas mudanças nas suas respectivas equipes, a Baixada tentou fortalecer o setor de marcação e tentar explorar os contra-atraques, entraram Neném Sales, Neguinho e Marquinhos Torres e o River buscando melhorar a qualidade no meio campo e dá mais poder ofensivo, com as entradas de Eduardo Santa Helena, Mael, Toinzin e Bruno Mourão.

Aos 38 minutos Bruno Mourão ganhou no alto e fez de cabeça o gol de empate riverino para delírio da torcida que prestigiava seu time em bom número. Com o gol o jogo ganhou em emoção e dramaticidade com lances de perigo para os dois times até o apito final do árbitro aos 48 minutos.

Com o empate em 1 x 1 novamente a vaga das semifinais foi pra os pênaltis e o maior vencedor da Copa Mangueira saiu vencedor depois de muitas cobranças até que nas alternadas o bom goleiro Júnior defendeu a cobrança de Marquinhos Torres e depois o próprio arqueiro bateu e fez decretando a vitória de seu time em 6 x 5 a garantindo vaga na final.

O estádio Portelão foi palco de um dos grandes jogos do futebol castelense, pela rivalidade e disposição com que as duas equipes entraram em campo. Deve-se destacar o empenho e a vontade de todos.
Imagem: Augusto JúniorEquipe do River Playt(Imagem:Augusto Júnior)Equipe do River Playt
Imagem: Augusto Júnior                                               (Imagem:Augusto Júnior)Equipe da Baixada
O público foi 318 pagantes e renda de R$ 1272,00 (hum mil e duzentos e setenta e dois reais).

Texto: Augusto Júnior Vasconcelos

Professor anderson logo png
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo