? ºC Teresina - PI

Blog do Professor

Discussão precoce 24/04/2017 07:39

Sucessão do prefeito Magno é discutida nos bastidores, mas 2020 passa por 2018

O mundo da política parece não saber o significado da palavra trégua e todos os dias os políticos respiram eleição, mesmo não importando o quão distante temporalmente está um pleito, as articulações não param e todo passo é bem calculado para que os projetos de poder e pessoais dos políticos sejam alcançados.

Ouvindo bastante e observando fatos é possível analisar que a sucessão do prefeito Magno já é discutida no meio político e as possibilidades levantadas não são poucas, mas uma coisa é importante lembrar, uma eleição sempre tem relação com o pleito que a antecede e discutir 2020 sem pensar nos desdobramentos de 2018 é chover no molhado.

Na situação tudo indica que o prefeito Magno buscará mais quatro anos de poder, não existe previsão para o fim da reeleição para os atuais detentores de mandato executivo e portanto é mais do que legítimo que o prefeito busque renovar seu mandato, porém pode ser que Magno ainda não tenha encontrado o céu de brigadeiro que o companheiro Wellington Dias está preparando para 2018.

Na oposição não existe uma definição sobre o representante do grupo para a disputa de 2020, sequer há o consenso de uma candidatura única. Com a derrota de Marcello Maia, sobrinho do maior ícone da política castelense dos últimos tempos, o grupo ficou acéfalo. Zé Maia não está muito presente no município, divide seu tempo entre a família em Teresina e o trabalho em Juazeiro do Piauí. Marcello Maia também não foi mais visto com frequência em Castelo do Piauí. A família Cardoso tem mostrado através do ex-vereador Wallace Júnior que não poupará Magno e sua equipe, mas até agora os pontos levantados em redes sociais não têm a contundência necessária para fragilizar o grupo. O vereador Rossi Melo continua trabalhando como se fosse época de campanha, reunindo amigos, visitando comunidades, parece está pavimentando o caminho para uma candidatura majoritária.

O fato é que a eleição do ano que vem será determinante nesse processo de preparação para 2020. O prefeito Magno buscará mostrar sua força na votação dos seus deputados, a deputada federal Rejane Dias, que está licenciada e é atual secretária de educação, que buscará sua reeleição para a câmara federal e o deputado João de Deus, atual líder do governo, que deverá apresentar um crescimento vertiginoso na sua votação em todo estado em relação ao seu desempenho em 2014. João de Deus ampliou suas bases e conta com alguns prefeitos.

Não me estranhará se figuras de outros partidos, aqui cito o PSB, principal aliado de Magno, apoiarem os candidatos a deputado apoiados pelo prefeito, o que significaria um desempenho acima do esperado atualmente.

A oposição parte bem fragmentada, dividida principalmente entre Zé Santana, Fábio Xavier, Mardem Menezes, Firmino Paulo e Antonio Félix. Desses, Zé Santana deverá ter melhor desempenho, mas é importante frisar que o grupo que o apoia sempre fez campanha com o poder municipal nas mãos e não se sabe como será o resultado trabalhando sem a estrutura da prefeitura.

Se tiver um resultado bom, Zé Santana, que é da base do governador Wellington, poderá investir em uma candidatura representada por um membro da família Cardoso ou Maia, mas em caso contrário, dificilmente deixará de dar atenção para os municípios onde tem apoio de prefeitos para investir em Castelo, onde as perspectivas hoje não são das melhores. 

Hoje o que se tem é que os nomes mais cotados para a disputa com o atual prefeito Magno sejam da ex-secretária de educação Amparo Maia, representando o grupo do ex-prefeito Zé Maia; do ex-vereador e ex-vice prefeito Lalá Cardoso ou mesmo do ex-prefeito Wilmar Cardoso, que deixou de disputar a reeleição em 2012, mas pode entender que representa a esperança do grupo de oposição retornar ao poder e partir para o sacrifício; o vereador Rossi Melo também reúne as condições de representar esse grupo. Mas como coloquei anteriormente, essas definições passam pelo resultado de 2018, que dependendo do que seja, pode fazer com que a oposição reveja sua estratégia e busque um nome dentro de uma defecção na base do prefeito Magno e em relação a isso muitas investidas já estão acontecendo e não se surpreendam, meus caros leitores, com grandes surpresas.

 


versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo